Lançamento

Mi 10 e Mi 10 Pro anunciados: câmera de 108MP e Snapdragon 865 miniatura

Após semanas de especulações e vazamentos parciais de especificações e design, os novos topo de linha da família Mi acabam de chegar. Anunciados como Mi 10 e Mi 10 Pro, os dispositivos contam com diversas novidades para o segmento premium da Xiaomi.

Xiaomi Mi 10 Pro

Dentre os dois dispositivos lançados, o Mi 10 Pro é de longe o mais impressionante: com uma tela AMOLED curva de 6.67″ Full HD, o painel suporta uma taxa de atualização de 90Hz e taxa de resposta a toques de 180Hz. A nova tela pode ainda alcançar até 1200nit de brilho máximo, com 4096 níveis de ajustes e suporte a DC Dimming.

As câmeras do Mi 10 Pro também merecem destaque: usando o sensor de 108MP desenvolvido juntamente com a Samsung, a Xiaomi foi um pouco além e atualizou o conjunto de lentes do sensor. No Mi Note 10, que já entrega fotos incríveis, o conjunto de 108MP era composto de 7 lentes. No Mi 10 Pro, esse número sobe para 8 elementos. Além do sensor principal, os outros três sensores não fazem feio: a teleobjetiva principal oferece zoom híbrido de 10x, a teleobjetiva secundária de 12MP dá mais profundidade às fotos e o sensor ultra grande-angular de 20MP aumenta ainda mais o seu campo de visão. Além disso, o conjunto é equipado com OIS e EIS, além, claro, das melhorias via software através da Inteligência Artificial adotada pela Xiaomi em seus produtos.

A bateria teve um upgrade há muito aguardado: com 4500mAh, ela suporta carregamento rápido de 50W com fios e 30W sem fios, além de suportar carregamento reverso de 10W, permitindo que você dê uma ajudinha a quem estiver ficando sem bateria.

O Mi 10 Pro será comercializado em três variantes diferentes: 8/256GB ($715, ou R$3076), 12/256GB ($787, ou R$3385) e 12/512GB ($860, ou R$3700). Todas as variantes utilizarão memória RAM LPDDR5 e armazenamento UFS 3.0.

Xiaomi Mi 10

A diferença entre o Mi 10 Pro e a versão mais básica do dispositivo está nos sensores da câmera e em sua bateria: os 108MP do conjunto principal ainda estão aqui, mas as duas lentes teleobjetivas são substituídas por uma de 2MP para profundidade e outra de 2MP para fotos macro. A ultra grande-angular também sofre uma redução, indo para 13MP. A bateria tem um pequeno incremento, passando para 4780mAh com suporte a carregamento rápido de 30W com ou sem fios.

O Mi 10 será comercializado em três variantes diferentes: 8/128GB ($572, ou R$2460), 8/256GB ($615, ou R$2650) e 12/256GB ($673, ou R$2890).

As vendas se iniciarão na China no dia 14 para todas as variantes.

POCO X2 é anunciado na Índia miniatura

Durante o ano passado, o futuro da linha POCO era incerto. Não se via muita movimentação da marca e a Xiaomi havia lançado apenas um modelo de smartphone – o POCO F1 – com fortes indícios de que seria o fim da linha dos Pocophones para que a gigante chinesa focasse em seus projetos Mi e Redmi. No entanto, em janeiro deste ano foi anunciado que a POCO passaria a ser uma empresa independente da Xiaomi.

Este movimento da marca também trouxe uma novidade: o lançamento do sucessor do POCO F1 estava a caminho. Nomeado POCO X2, o smartphone traz algumas novidades, mas em uma roupagem já conhecida pelos usuários.

O POCO X2, primeiro smartphone da marca após tornarem-se independentes, é uma variante do já disponível Redmi K30 4G. Essa não é uma decisão muito estranha, já que a Xiaomi optou no ano passado por lançar o mesmo smartphone em diferentes mercados mas com nomes distintos, como foi o caso do Redmi K20 e o K20 Pro surgirem em mercados ocidentais como Mi 9T e Mi 9T Pro, respectivamente.

Processador, Armazenamento e Tela

Focando no segmento de intermediários premium, o POCO X2 conta com um processador Snapdragon 730G, o mesmo encontrado no lançamento recente da Xiaomi, o Mi Note 10. Além disso, é possível escolher entre modelos com até 8GB de RAM e 256GB de armazenamento, com suporte a expansão do armazenamento interno através de cartões micro SD. Sua tela é um painel IPS de 6.67″ com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120Hz. Por ser um painel IPS, o sensor de digitais é acomodado na lateral do telefone.

Câmeras

Para as câmeras, o dispositivo conta com câmera selfie dupla, em um orifício na tela como os encontrados na linha Galaxy S10 e Note 10 da Samsung. Na traseira, o conjunto de quatro câmeras é idêntico ao encontrado no Redmi K30: há uma câmera 2MP para macros, uma de 8MP para ultra grande-angular, uma de 2MP para profundidade e o sensor principal de 64MP.

Bateria e Conectividade

O dispositivo contará com uma bateria de 4.500mAh e carregamento rápido de 27W com suporte ao Quick Charge 4.0, proporcionando mais tempo longe das tomadas. Além disso, vem equipado com uma entrada P2 para fones de ouvido, emissor de infravermelho para controle remoto, Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 5.0.

Disponibilidade

O POCO X2 começará a ser vendido na Índia no próximo dia 11 de Fevereiro, nas cores azul, vermelho e roxo. Eis os preços de cada variante disponível no lançamento:

  • Versão de 6GB + 64GB: 15.999INR (R$950,00)
  • Versão de 6GB + 128GB: 16.999INR (R$1000,00)
  • Versão de 8GB + 256GB: 19.999INR (R$1200,00)

Ficha técnica

Dimensões e Peso 165.3 x 76.6 x 8.79 mm
208g
Tela LCD IPS de 6.67″ Full HD+ (2400 x 1080 pixels);
Taxa de atualização de 120Hz;
Tela com orifício duplo para câmera frontal;
Proteção Corning Gorilla Glass 5;
Suporte a HDR
Processador Qualcomm Snapdragon 730G
– Litografia de 8nm
– 2 x Kryo Gold 460 @ 2.2GHz
– 6 x Kryo Silver 460 @ 1.8GHz
GPU Adreno 618 @ 575MHz
RAM e Armazenamento 6GB LPDDR4X + 64GB UFS 2.1
6GB + 128GB
8GB + 256GB
Entrada de SIM híbrida para cartão microSD
Bateria e Carregamento Bateria interna de 4.500mAh
Carregamento rápido de 27W
Suporte ao Qualcomm Quick Charge 4.0+
Câmera traseira Foto:
– Principal: Sony IMX686 de 64MP com f/1.9, sensor de 1/1.7″
– Grande-angular: 8MP 120°, f/2.2
– Profundidade: 2MP, f/2.4
– Macro: 2MP, Foco automático, f/2.4

Vídeo:
– 4K @ 30fps
– 1080p @ 60fps
– Ultra-wide: 1080p @ 30fps
– Câmera lenta: 1080p @ 120fps, 720p @ 960fps

Câmera frontal Primária: 20MP
Secundária: Sensor de profundidade de 2MP
Outros recursos Entrada de fones de ouvido P2
Emissor infravermelho
Leitor de impressões digitais na lateral
Versão do Android MIUI 11 baseado no Android 10
Mi 10 e Mi 10 Pro podem ser anunciados em 14 de Fevereiro miniatura

A recente onda de vazamentos sobre o próximo flagship da Xiaomi – o Mi 10 – trouxe várias informações a respeito de especificações e o que esperar do sucessor do Mi 9. Agora, um novo vazamento sugere que o lançamento do Mi 10 está muito próximo.

De acordo com a fonte dos vazamentos, os modelos J1J1 e J1J2 (Mi 10 e Mi 10 Pro, respectivamente) terão seu evento inicialmente anunciado pela empresa no próximo dia 7 de Fevereiro, com a conferência marcada para o dia 13. Considerando a situação atual da China com a crise do Coronavirus bem como uma declaração oficial do co-fundador da linha Black Shark Luo Yuzhou, o evento será diferente dos anteriores, sendo realizado online para maior segurança dos envolvidos.

Ainda não se tem informações concretas sobre as especificações do dispositivo, mas cogita-se que a Xiaomi usará novamente o sensor de 108MP encontrado no Mi Note 10 e Mi Mix Alpha. Além disso, espera-se que o dispositivo tenha uma tela OLED de 6.4″ e 120Hz, um processador Snapdragon 865 com até 16GB de RAM e uma bateria de 5250mAh, a maior até o momento para esta linha de dispositivos, com um carregamento rápido de 66W, que promete uma recarga completa em apenas 35 minutos.

O preço e disponibilidade do dispositivo provavelmente serão divulgados apenas na data do evento de lançamento. Seguiremos acompanhando as notícias para informá-los quando isso ocorrer.

Mi MIX Alpha: Smartphone conceito ultrapassa 100% de aproveitamento de tela miniatura

Durante o evento de hoje (24) em Pequim, além do Mi 9 Pro 5G, a Mi TV e o MIUI 11, a Xiaomi anunciou também o Mi MIX Alpha, a nova iteração da linha MIX. Os dispositivos desta linha sempre foram tratados como “smartphones conceito” pela Xiaomi.

Como os processos usados em sua produção são quase sempre pioneiros na indústria, é um dispositivo bastante cobiçado por quem gosta de estar no topo das tendências e inovações tecnológicas. Com o MIX Alpha, o pioneirismo e inovações tecnológicas alcançaram um novo patamar.

Mi MIX Alpha: aproveitamento de tela de 180.6%, envolvendo praticamente todo o dispositivo.

Contando com uma tela que envolve completamente o dispositivo, o Mi MIX Alpha é o primeiro smartphone do mundo a alcançar um aproveitamento de tela de 180.6% em um dispositivo móvel. Todos os botões do dispositivo foram substituídos por seletores táteis nas laterais da tela Surround, e a única parte do dispositivo que não é envolta pela tela é uma faixa em sua traseira, que armazena o conjunto de câmeras do dispositivo.

Tela do Mi MIX Alpha o envolve quase completamente.

A estrutura do dispositivo é feita em cerâmica e liga de titânio, e as lentes da câmera são em vidro de safira, oferecendo resistência extra contra arranhões.

O conjunto de câmeras também é um dos pontos altos do dispositivo: o novo sensor HMX de 108MP criado em parceria com a Samsung é 389% maior que um sensor mobile de 48MP. Com 12032×9034 pixels, o sensor de ultra-alta resolução ainda conta com foco a laser para ajudar na captura precisa de detalhes e sistema de estabilização ótica de 4 eixos. Completando o conjunto, o MIX Alpha conta também com um sensor de 20MP ultra grande-angular IMX350 da Sony, que também faz fotos macro com distância focal de 1.5cm, e uma teleobjetiva de 12MP, para fotos em Modo Retrato e efeito Bokeh realista. Não há uma câmera Selfie no MIX Alpha: aproveitando a tela que se estende até a parte traseira do telefone, a câmera traseira também é usada como frontal, bastando virar o telefone para tirar as fotos aproveitando os sensores.

O Mi MIX Alpha 2 conta com a versão mais recente de processadores topo de linha da Qualcomm, o Snapdragon 855+, com suporte a todas as frequências 5G atuais. Além disso, o dispositivo virá com 12GB de RAM e 512GB de armazenamento UFS 3.0, a versão mais rápida disponível para memórias de armazenamento flash do mercado. Alimentando todo o conjunto está a bateria massiva de 4050mAh com estrutura de nano-silicone de íon lítio e suporte a carregamento rápido de 40W.

As inovações, no entanto, tem um preço. E é um preço bem salgado inicialmente: 19999CNY (R$11.700). Durante o evento, Lei Jun explicou que, como as tecnologias envolvidas no desenvolvimento deste conceito ainda são muito recentes, a produção do dispositivo será extremamente reduzida, enfatizando que este é um dispositivo para entusiastas fervorosos da marca.

Ainda não se sabe a quantidade exata da produção, exceto que a mesma foi prometida para iniciar ainda este ano.

Xiaomi Global abre inscrições para o Mi Explorers 2020 miniatura

A Xiaomi anunciou nesta terça-feira (28) a abertura das inscrições para a temporada 2020 do Mi Explorers.

Agora com participação Global, esta será a segunda vez que o projeto abre as portas para seus usuários: a primeira vez ocorreu no lançamento do Mi 9, onde usuários selecionados na Europa e Índia puderam testar em primeira mão o Mi 9, viajando e realizando atividades com o dispositivo antes do seu lançamento.

O Mi Explorers é um programa voltado exclusivamente para fãs da marca, e a inscrição pode ser feita levando em conta diferentes usos e categorias de usuários: fotógrafos, videomakers, youtubers e blogueiros. Para participar em uma das categorias, uma tarefa inicial será necessária: 3 fotos em jpg para a categoria de fotografia, vídeo criativo para os videomakers, vídeo de análises de produto para youtubers e análise de produtos em escrito para blogueiros. Não está explícito quantos usuários serão selecionados para cada categoria.

O período de inscrição vai do dia 28 de Janeiro a 4 de Fevereiro. 20 fãs serão selecionados e receberão a confirmação já no dia 5 de Fevereiro. Os selecionados participarão de diversas atividades, chamadas de “missões” pela Xiaomi, englobando sua área de experiência.

Para se inscrever e concorrer a uma vaga no Mi Explorers 2020, clique aqui.

Fonte: Xiaomi Global - Mi Community
Grupo DL lança Redmi Note 8 e 8 Pro no Brasil miniatura

Em um evento fechado para a imprensa, o Grupo DL (responsável pela comercialização e pós-venda dos produtos da Xiaomi no Brasil) anunciou que os novos carros-chefe da linha Redmi, o Redmi Note 8 e o Redmi Note 8 Pro chegaram ao Brasil. O evento foi transmitido ao vivo pelo Facebook, e intercalava a apresentação dos produtos (feita pelo responsável do projeto no Brasil, Luciano Barbosa) com comentários de William Marchiori, do Loop Infinito, o Youtuber Barba e Cid, do Não Salvo.

Redmi Note 8

Sucessor do popular Redmi Note 7, lançado em Janeiro desse ano, o Note 8 vem com atualizações modestas em sua configuração. O destaque aqui está no novo conjunto de câmeras, que conta agora com 4 sensores: um para captura de fotos macro, um para o modo ultra grande-angular, um para profundidade e um para grande angular. Os dois últimos já eram presentes em seu predecessor.

Especificações:

  • Processador: Qualcomm Snapdragon 665 (4×2.0GHz Kryo 260 Gold 4×1.8GHz Kyro 260 Silver);
  • GPU: Adreno 610;
  • Armazenamento Interno: 32/64/128GB;*
  • Armazenamento Removível: Até 256GB por microSD (entrada dedicada);
  • Memória: 3/4/6GB;*
  • Tela: Full HD IPS Dot Drop de 6.3″ com Gorilla Glass 5;
  • Câmeras traseiras:
    Sensor principal grande angular de 48MP, 26mm, f/1.8, 1/2″, PDAF, Pixels de 0.8µm;
    Sensor ultra grande-angular de 8MP, 13mm, f/2.2, 1/4″, Pixels de 1.12µm;
    Sensor macro de 2MP, f/2.4, Pixels de 1.75µm;
    Sensor de profundidade de 2MP, f/2.4, 1/5″, Pixels de 1.75µm;
  • Câmera frontal: 13MP, f/2.0, Pixels de 1.12µm;
  • Conectividade sem fios: Bluetooth 4.2 A2DP LE, Wi-Fi 802.11 a/b/gn/ac dual-band;
  • Posicionamento: A-GPS, GLONASS, BDS;
  • Bateria: Não-removível de 4000mAh (típ.);
  • Carregamento: Carregamento Rápido de 18W, porta USB Tipo-C reversível;
  • Cores: Neptune Blue (Azul), Moonlight White (Branco), Space Black (Preto);
  • Peso: 190g;

Redmi Note 8 Pro

Versão mais potente dos dois intermediários, o Redmi Note 8 Pro é o primeiro smartphone no Brasil com um sensor de 64MP, e promete entregar fotos surpreendentes. Seguindo os moldes do Note 8, ele conta com 4 câmeras em seu conjunto, com suporte aos mesmos recursos de fotografia. É o primeiro Redmi da linha Note a contar com NFC multifuncional.

Especificações

  • Processador: MediaTek Helio G90T (2×2.05GHz Cortex A76 6x2GHz Cortex A55);
  • GPU: Mali G76 MC4;
  • Armazenamento Interno: 64/128GB;
  • Armazenamento Removível: Até 256GB por microSD (entrada dedicada);
  • Memória: 6/8GB;**
  • Tela: Full HD IPS Dot Drop de 6.53″ com Gorilla Glass 5;
  • Câmeras traseiras:
    Sensor principal grande angular de 64MP, 26mm, f/1.9, 1/1.7″, PDAF, Pixels de 0.8µm;
    Sensor ultra grande-angular de 8MP, 13mm, f/2.2, 1/4″, Pixels de 1.12µm;
    Sensor macro de 2MP, f/2.4, Pixels de 1.75µm;
    Sensor de profundidade de 2MP, f/2.4, 1/5″, Pixels de 1.75µm;
  • Câmera frontal: 20MP, f/2.0, Pixels de 0.9µm;
  • Conectividade sem fios: Bluetooth 5.0 A2DP LE, Wi-Fi 802.11 a/b/gn/ac dual-band;
  • Posicionamento: A-GPS, GLONASS, GALILEO, BDS;
  • Bateria: Não-removível de 4500mAh (típ.);
  • Carregamento: Carregamento Rápido de 18W, porta USB Tipo-C reversível;
  • Cores: Preto, Vermelho, Azul, Branco, Deep Sea Blue (Azul);
  • Peso: 200g;

Números e parcerias

Além dos dispositivos, a DL anunciou alguns números da operação no Brasil, que hoje inclui mais de 2000 pontos de vendas espalhados pelo país através de grandes varejistas como Ricardo Eletro e Magazine Luíza, além do e-commerce oficial da empresa e do seu ponto de venda autorizado no Shopping Ibirapuera.

Indo um pouco mais longe, a empresa deixou de focar apenas no varejo nacional, e retoma uma parceria que já existiu com a Xiaomi em 2015: a operadora Vivo, uma das maiores no país e com um grande número de pontos de venda passará também a comercializar os smartphones e dispositivos de IoT da marca em suas lojas e revendas autorizadas.

Preços e disponibilidade

Tanto o Redmi Note 8 quanto o Redmi Note 8 Pro estarão disponíveis para venda a partir de amanhã, 8 de Novembro, no site oficial (mi.com) e na loja do Shopping Ibirapuera, a partir de 12:00. Os produtos anunciados ainda terão descontos expressivos para os primeiros 150 compradores, conforme abaixo:

  • Redmi Note 8: 100 unidades da variante de 4/64GB para o mi.com e 50 unidades para a loja física serão comercializadas a R$1299. Posteriormente, o valor do produto será de R$1799.
  • Redmi Note 8 Pro: 100 unidades da variante de 6/64GB para o mi.com e 50 unidades para a loja física serão comercializados a R$1599. Posteriormente, o valor do produto será de R$2299.

* a versão anunciada pela DL no evento foi a variante com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento. Outras variantes estão disponíveis no mercado internacional, e com isso não sabemos se a empresa comercializará todas.

** O Redmi Note 8 Pro será comercializado inicialmente com 6GB de RAM e 64GB de armazenamento. Outras variantes estão disponíveis no mercado internacional, e com isso não sabemos se a empresa comercializará todas.

Galeria

Mi 9 Pro anunciado: Snapdragon 855+ e Carregador de 45W miniatura

Anunciado em seu Evento de Lançamento hoje em Pequim, na China, a Xiaomi trouxe o sucessor do Mi 9: com suporte completo ao 5G, novo processador e carregamento super rápido, o Mi 9 Pro chega para tirar a coroa do seu antecessor.

Atualizações nas especificações

Em duas novas cores (Titanium Black e Dreamy White), o Mi 9 Pro também recebeu atualizações extras nas suas especificações: além do upgrade no processador, o dispositivo contará com até 12GB de RAM e 512GB de armazenamento em sua versão mais cara.

Para garantir o funcionamento eficiente do processador, ele conta ainda com uma nova tecnologia de resfriamento líquido, que usa uma câmara de vapor para dissipação do calor gerado dispositivo, reduzindo a temperatura máxima em 10.2 graus celsius.

Bateria e carregamento

A bateria também recebeu um upgrade: dos 3000mAh presentes no Mi 9 a versão pro conta com mais 1000mAh, totalizando 4000mAh.

Além disso, a nova tecnologia Mi Charge Turbo da Xiaomi permite um carregamento rápido de 40W via cabo e 30W sem fios (usando seu novo carregador), bem como um carregamento sem fios reverso de 10W, que permite carregar outros telefones ou dispositivos com suporte ao protocolo Qi. O Mi 9 Pro virá com um adaptador de 45W com suporte a USB Power Delivery

(USB-PD), que permitirá usá-lo inclusive para carregar outros dispositivos que ofereçam suporte ao protocolo, como Macbooks.

Tela

A tela do dispositivo foi especialmente ajustada para uma reprodução de cores extremamente fiel, fazendo com que ele tenha o menor Delta possível em relação a diferença de cores.

Exclusivos da China

Além das mudanças mais drásticas, existem novos recursos que são exclusivos para o mercado Chinês: algumas cidades como Xangai estão com um projeto piloto para suporte a eIDs (Cartões digitais de identificação). No Mi 9 Pro será possível integrar estes cartões ao NFC do dispositivo, para que você use-o como a chave do seu carro, cartão de acesso para hotéis e até mesmo para o check-in em hotéis e aeroportos.

O Assistente IA também recebeu atualização, chegando na sua versão 3.0. A nova versão oferece suporte para pedido de comida por Delivery, assistente de chamadas (para traduzir em texto o que está sendo falado na chamada), entre outros.

Disponibilidade

O Mi 9 Pro 5G estará disponível para compra a partir do dia 31 de Outubro, porém os 100 primeiros que encomendarem na China o novo modelo já receberão o dispositivo dentro dos próximos 3 dias.

8 128GB: 3699CNY (R$2170)
8 256GB: 3799CNY (R$2225)
12 256GB: 4099CNY (R$2400)
12 512GB: 4299CNY (R$2520)

Mi MIX Alpha: Smartphone conceito da Xiaomi ultrapassa 100% de aproveitamento de tela miniatura

Durante o evento de hoje (24) em Pequim, além do Mi 9 Pro 5G, a Mi TV e o MIUI 11, a Xiaomi anunciou também o Mi MIX Alpha, a nova iteração da linha MIX. Os dispositivos desta linha sempre foram tratados como “smartphones conceito” pela Xiaomi.

Como os processos usados em sua produção são quase sempre pioneiros na indústria, é um dispositivo bastante cobiçado por quem gosta de estar no topo das tendências e inovações tecnológicas. Com o MIX Alpha, o pioneirismo e inovações tecnológicas alcançaram um novo patamar.

Mi MIX Alpha: aproveitamento de tela de 180.6%, envolvendo praticamente todo o dispositivo.

Contando com uma tela que envolve completamente o dispositivo, o Mi MIX Alpha é o primeiro smartphone do mundo a alcançar um aproveitamento de tela de 180.6% em um dispositivo móvel. Todos os botões do dispositivo foram substituídos por seletores táteis nas laterais da tela Surround, e a única parte do dispositivo que não é envolta pela tela é uma faixa em sua traseira, que armazena o conjunto de câmeras do dispositivo.

Tela do Mi MIX Alpha o envolve quase completamente.

A estrutura do dispositivo é feita em cerâmica e liga de titânio, e as lentes da câmera são em vidro de safira, oferecendo resistência extra contra arranhões.

O conjunto de câmeras também é um dos pontos altos do dispositivo: o novo sensor HMX de 108MP criado em parceria com a Samsung é 389% maior que um sensor mobile de 48MP. Com 12032×9034 pixels, o sensor de ultra-alta resolução ainda conta com foco a laser para ajudar na captura precisa de detalhes e sistema de estabilização ótica de 4 eixos. Completando o conjunto, o MIX Alpha conta também com um sensor de 20MP ultra grande-angular IMX350 da Sony, que também faz fotos macro com distância focal de 1.5cm, e uma teleobjetiva de 12MP, para fotos em Modo Retrato e efeito Bokeh realista. Não há uma câmera Selfie no MIX Alpha: aproveitando a tela que se estende até a parte traseira do telefone, a câmera traseira também é usada como frontal, bastando virar o telefone para tirar as fotos aproveitando os sensores.

O Mi MIX Alpha 2 conta com a versão mais recente de processadores topo de linha da Qualcomm, o Snapdragon 855 , com suporte a todas as frequências 5G atuais. Além disso, o dispositivo virá com 12GB de RAM e 512GB de armazenamento UFS 3.0, a versão mais rápida disponível para memórias de armazenamento flash do mercado. Alimentando todo o conjunto está a bateria massiva de 4050mAh com estrutura de nano-silicone de íon lítio e suporte a carregamento rápido de 40W.

As inovações, no entanto, tem um preço. E é um preço bem salgado inicialmente: 19999CNY (R$11.700). Durante o evento, Lei Jun explicou que, como as tecnologias envolvidas no desenvolvimento deste conceito ainda são muito recentes, a produção do dispositivo será extremamente reduzida, enfatizando que este é um dispositivo para entusiastas fervorosos da marca.

Ainda não se sabe a quantidade exata da produção, exceto que a mesma foi prometida para iniciar ainda este ano.

Xiaomi confirma evento de lançamento do Mi 9 Pro e Mi MIX 4 para 24 de Setembro miniatura

A Xiaomi está se preparando para um evento de lançamento no próximo dia 24 de Setembro, onde anunciarão seus novos telefones 5G – o Mi 9 Pro e o Mi MIX 4. Além dos dois dispositivos, a empresa anunciará também a nova versão do seu sistema operacional, o MIUI 11, e uma nova Mi TV.

Mi 9 Pro

De acordo com vazamentos que aconteceram “acidentalmente” na própria página da Xiaomi e na agência reguladora TEENA, o Mi 9 Pro contará com poucas atualizações em relação ao seu predecessor: O chipset será o Snapdragon 855 , versão mais recente do SoC da Qualcomm. A bateria sobre de 3000mAh para 4000mAh com suporte a carregamento rápido via cabo de até 45W e sem fios de até 30W. Ainda de acordo com outros rumores, é esperado que esta variante conte com 3 configurações de RAM/armazenamento distintas: 6/128GB, 8/256GB e 12/512GB.

Mi MIX 4

Não existem informações concretas sobre o Mi MIX 4, e a maioria dos rumores sugerem que este será o primeiro smartphone da Xiaomi a contar com o sensor de 108MP recentemente lançado através de uma parceria no desenvolvimento entre a Samsung e a Xiaomi. Não sabemos tampouco se o nome será mantido como “MIX”, já que a empresa perdeu um processo na China referente ao uso da marca em seus dispositivos dentro do país. É possível que o dispositivo seja lançado usando um nome composto ou outro nome completamente diferente dentro da China, e que adote o MIX apenas fora do mercado Chinês.

MIUI 11

A última versão beta pública do MIUI 10 foi lançada no dia 3 de Setembro para que o desenvolvimento do MIUI 11 fosse acelerado para seu anúncio. No entanto, algumas versões internas já vazaram e já pudemos conferir algumas novidades referentes à nova versão do sistema operacional da Xiaomi:

  • Modo escuro otimizado e Modo escuro global (para apps de terceiros que ainda não possuem suporte);
  • Novas animações de transições de tela;
  • Atualização dos ícones de sistema;
  • Otimizações no app de Temas, que agora permite que você “siga” um tema para saber de atualizações;
  • Apps redesenhados, com design minimalista;
  • Nova fonte de sistema;
  • Possibilidade da desativação de todos os anúncios do sistema com um só item;
  • Monitoramento de tempo de tela.

Ainda não existe um pronunciamento sobre quais dispositivos receberão a atualização ou quando a primeira versão de testes pública do MIUI 11 estará disponível: a maioria das informações disponíveis hoje são baseadas em rumores e versões não finalizadas do software, que podem sofrer alterações até o dia do lançamento oficial. Espera-se que essa divulgação ocorra também no evento de lançamento.

Mi TV

Além dos smartphones e do MIUI, a Xiaomi também anunciará novas adições em sua linha de TVs, com a Mi TV Pro de 55 e 65 polegadas. Elas serão vendidas juntamente com o recente lançamento da Redmi TV de 70 polegadas. Não se sabe ainda as especificações do hardware.

O evento de lançamento ocorrerá no dia 24 de Setembro às 14h de Pequim – 3 da manhã no horário de Brasília.

Novo membro da família, Mi 9 Lite é anunciado na Espanha miniatura

O sexto membro da linha Mi 9 foi oficialmente lançado. A empresa acaba de anunciar em um evento na Espanha, na data de hoje (16/09), seu novo dispositivo, que nada mais é do que a versão global do Mi CC9. Batizado de Mi 9 Lite, o dispositivo possui a mesma tela Super AMOLED de 6,39 polegadas, configuração de câmera tripla e chipset Snapdragon 710, ou seja, features idênticas as do seu coirmão chinês.

Como no CC9, o Mi 9 Lite apresenta um entalhe de gota na sua parte frontal, responsável por abrigar sua câmera dedicada a selfies de 32MP. Já a parte traseira possui um conjunto de três câmeras: a lente principal traz um sensor de 48MP, enquanto um conjunto com uma lente grande angular de 8MP e de profundidade de campo de 2MP completam o trio. A construção permanece idêntica ao modelo chinês, em vidro e com a traseira reflexiva que muda de cor dependendo da fonte de luz.

Especificações Completas

Tela:  Super AMOLED de 6.39 polegadas, Full-HD (2340 x 1080), 19.5:9, notch em forma de gota, 85.8%  de aproveitamento frontal
Processador:  Qualcomm Snapdragon 710
-2x 2.2 GHz Kryo 360 Gold
-6x 1.7 GHz Kryo 360 Silver
-GPU Adreno 616
RAM e armazenamento: 6 64 GB,
6 128 GB
UFS 2.1
Câmera traseira Tripla
Sensor Principal: 48 MP, f/1.8, (wide), 1/2″, 0.8µm, PDAF;
grande-angular: 8 MP, 1,12 μm;
profundidade: 2 megapixels, 1,75 μm
Câmera frontal: 32 MP, f/2.0, 0.8µm
Bateria:  4030 mAh , carregamento a 18 W
USB e Carregamento Type-C, suporte a carregamento Quick Charge de 18W
Conectividade e Extras Wi-Fi AC 2×2 MIMO; Bluetooth 5.0, com suporte a AptX HD e LDAC; Entrada para Fones 3.5mm; Infravermelho
Cores: Preto, Azul e Branco

O dispositivo estará disponível em versões com 6 GB de RAM e 64/128 GB de armazenamento, expansível via microSD. O Mi 9 Lite chegará nas cores Branco, Azul e Preto e as reservas serão abertas no dia 20 de setembro. O modelo básico de 4 / 64GB começa em € 319 (USD 352), enquanto a variante de 6 / 128GB custa € 349 (USD 385).